A poesia da √°gua

Atividades interdisciplinares destacam a import√Ęncia da preserva√ß√£o dos recursos h√≠dricos


     

Letra A ‚ÄĘ Ter√ßa-feira, 22 de Dezembro de 2015, 16:25:00

 

Por Amanda Lira

‚ÄúTia, eu preciso tomar essa √°gua toda para encher a minha garrafinha‚ÄĚ. Essa foi a rea√ß√£o de um dos alunos da professora Cleidneia Fernandes, ap√≥s aprenderem sobre a preserva√ß√£o da √°gua. O conte√ļdo foi trabalhado em uma sequ√™ncia did√°tica que envolvia m√ļsica, teatro, lendas, fantoches, jogos e filmes. Ap√≥s as atividades, os estudantes do 3¬ļ ano da Escola Municipal Jos√© Maria Alkmim, em Inha√ļma (MG), fizeram a apresenta√ß√£o de um sarau po√©tico.

Para despertar o interesse dos alunos e motivar as crian√ßas com dificuldade na alfabetiza√ß√£o, Cleidneia se valeu de diversos meios. A princ√≠pio, a professora fez uma breve discuss√£o com os alunos acerca da preserva√ß√£o da √°gua. Em seguida, durante um per√≠odo de dez dias, a professora trabalhou em sala de aula com textos relacionados ao tema, como ‚ÄúA lenda das √°guas‚ÄĚ e a hist√≥ria do Curupira, com fantoches para encena√ß√£o de pe√ßas sobre o desperd√≠cio, com a an√°lise de gr√°ficos e, por fim, com a poesia. Ao fim da sequ√™ncia did√°tica, os alunos fizeram a apresenta√ß√£o de um sarau para os demais estudantes da escola.

Cleidneia ficou bastante satisfeita com os resultados e com a interdisciplinaridade utilizada como estrat√©gia. ‚ÄúEu aprendi que uma sequ√™ncia did√°tica n√£o tem que abordar apenas uma √°rea do conhecimento; ela pode abordar v√°rias [√°reas do conhecimento] com o mesmo objetivo‚ÄĚ, concluiu.

A professora j√° percebeu uma mudan√ßa na postura dos alunos em rela√ß√£o ao consumo de √°gua em sala de aula. ‚ÄúEles t√™m o costume de levar uma garrafinha de √°gua para a sala e, √†s vezes, a √°gua esquenta. Antes desse projeto, eles pediam: ‚ÄėDeixa eu trocar a √°gua?‚Äô Mas agora n√£o mais‚ÄĚ, conta, satisfeita, a professora.¬†