Interc√Ęmbio de leituras

Biblioteca escolar incentiva a troca de sugest√Ķes de livros entre alunos do 4¬ļ ao 9¬ļ ano


     

Letra A ‚ÄĘ Quinta-feira, 10 de Dezembro de 2015, 18:09:00

Por Eliza Dinah

Li, Gostei e Indico. A Escola Municipal Armando Ziller, em Belo Horizonte (MG), criou seu pr√≥prio selo de qualidade para que os estudantes pudessem trocar sugest√Ķes de leitura. Entre mar√ßo e julho, o projeto fornecia √†s turmas do 4¬ļ ao 9¬ļ ano formul√°rios para serem preenchidos com indica√ß√Ķes de livros a algum colega de sala, mas logo o interc√Ęmbio extrapolou as barreiras de turma e idade.

Para serem apresentados √† atividade, os alunos foram convocados √† biblioteca, onde receberam uma esp√©cie de carn√™. Esse bloquinho servia para controle: um canhoto ficava com a escola e o outro com o aluno. Ap√≥s retirarem o livro na biblioteca e lerem, os estudantes tinham de preencher uma ficha, como explica Norma de Souza, bibliotec√°ria da escola: ‚ÄúEles preenchiam esse folheto com o pr√≥prio nome, com o nome do livro que eles tinham lido e seu autor, faziam uma mini-resenha e acrescentavam o nome de quem receberia essa indica√ß√£o‚ÄĚ.

Norma de Souza explica que o Li, Gostei e Indico, que come√ßou pequeno, apenas dentro das salas de aula, foi crescendo e tomou conta de toda a escola. ‚ÄúEnt√£o decidimos que a turma que mais fizesse indica√ß√Ķes de leitura ganharia um trabalho de campo na Biblioteca Infantil e Juvenil de BH com o autor Samuel Medina‚ÄĚ, conta. Em algumas aulas de L√≠ngua Portuguesa, os alunos iam √† biblioteca da escola para ouvir hist√≥rias sobre o escritor, selecionar indica√ß√Ķes e aprender sobre o g√™nero envolvido na atividade. Segundo Norma, as duas turmas vencedoras (uma no turno da manh√£ e outra no turno da tarde) ficaram encantadas com a experi√™ncia de conhecer a Biblioteca Infantil e Juvenil, em visita guiada pelo escritor.