Mais de 3 milh√Ķes de crian√ßas e jovens est√£o fora das escolas

O acesso √† escola no Brasil cresceu, mas ainda n√£o √© o suficiente. √Č o que diz o relat√≥rio do movimento Todos pela Educa√ß√£o.


     

Geral ‚ÄĘ Segunda-feira, 29 de Abril de 2013, 14:52:00

      

¬†¬†¬†¬†¬†¬† Entre 2000 e 2011, a taxa de atendimento escolar da popula√ß√£o entre 4 e 17 anos passou de 83% para 92%. Isso quer dizer que mais de 90% das crian√ßas, adolescentes e jovens brasileiros est√£o matriculados e frequentes nas escolas. No entanto, essa porcentagem n√£o alcan√ßou a meta estabelecida pelo movimento Todos pela Educa√ß√£o, que era de 94,1% da popula√ß√£o nessa faixa et√°ria regularmente matriculada em 2011. Em uma parceria entre sociedade civil, iniciativa privada e gestores p√ļblicos, o movimento criou o ‚ÄúDe Olho nas Metas‚ÄĚ, um relat√≥rio anual que pretende monitorar a evolu√ß√£o da educa√ß√£o brasileira. Uma das metas finais √© elevar essas cifras para 98% ou mais at√© 2022.

¬†¬†¬†¬†¬†¬† Dos 3,6 milh√Ķes de brasileiros entre 4 e 17 anos que est√£o fora da escola, a faixa et√°ria que mais contribuiu para aumentar esse n√ļmero √© a de jovens entre 15 e 17 anos. Existem mais de 2 milh√Ķes de jovens nessa idade sem acesso √† educa√ß√£o formal. Outra faixa et√°ria que tamb√©m tem n√ļmeros elevados √© a de crian√ßas entre 4 e 5 anos. Segundo o relat√≥rio ‚ÄúDe Olho nas Metas‚ÄĚ, uma em cada cinco crian√ßas entre 4 e 5 anos n√£o encontra vaga na escola. Esse d√©ficit de vagas preocupa a diretora-executiva do Todos pela Educa√ß√£o, Priscila Cruz. Em entrevista √† Ag√™ncia Brasil, ela afirmou que a educa√ß√£o infantil ser√° o desafio dos pr√≥ximos gestores municipais: "Os dados n√£o chegam a ser alarmantes, mas s√£o preocupantes, existe 1 milh√£o de crian√ßas para ser inclu√≠do no sistema de ensino em quatro anos".

¬†¬†¬†¬†¬†¬† O Conselho Nacional de Secret√°rios de Educa√ß√£o (Consed), que engloba as Secretarias de Educa√ß√£o dos Estados e do Distrito Federal, reconheceu atrav√©s de uma nota a relev√Ęncia dos dados do ‚ÄúDe Olho nas Metas‚ÄĚ, mas afirmou que o Ideb (√ćndice de Desenvolvimento da Educa√ß√£o B√°sica) √© o indicador de qualidade estabelecido para as escolas p√ļblicas brasileiras. De acordo com o √≥rg√£o, ‚Äúj√° existem indicadores suficientes para a promo√ß√£o de uma educa√ß√£o com a qualidade de condizente a um Pa√≠s que atualmente representa uma das maiores economias do mundo. No entanto, h√° que se pensar e conjugar esfor√ßos entre os diversos setores da sociedade para a concretude deste desafio.‚ÄĚ.

¬†¬†¬†¬†¬†¬† O relat√≥rio ‚ÄúDe Olho nas Metas‚ÄĚ monitora outras quatro metas, al√©m da universaliza√ß√£o do atendimento escolar. S√£o elas: alfabetiza√ß√£o at√© os 8 anos de idade, aprendizado adequado ao ano escolar dos alunos, ensino m√©dio completo at√© os 19 anos e investimento em educa√ß√£o ampliado e bem gerido. O relat√≥rio pode ser acessado na √≠ntegra no site http://www.todospelaeducacao.org.br/biblioteca/1476/de-olho-nas-metas-2012/.