O universo da astronomia

Competição nacional incentiva a observação e o estudo dos corpos celestes


     

Letra A ‚ÄĘ Quinta-feira, 10 de Dezembro de 2015, 18:08:00

Por Amanda Lira

Com o aux√≠lio do rel√≥gio de Sol e de aplicativos de celular, alunos do 5¬ļ ano do Centro Pedag√≥gico da UFMG foram, pela segunda edi√ß√£o consecutiva, medalhistas na Olimp√≠ada Brasileira de Astronomia e Astron√°utica (OBA).

Para estimular os alunos e prepar√°-los, a professora Elaine Soares Fran√ßa desenvolveu atividades como a constru√ß√£o de um rel√≥gio de Sol, debates antes das aulas e visitas ao Planet√°rio do Espa√ßo do Conhecimento da UFMG. Muitas dessas atividades s√£o sugeridas pela pr√≥pria organiza√ß√£o da Olimp√≠ada, que disponibiliza um passo a passo em seu site. ‚ÄúNo ano passado, era para fazer uma estimativa da dist√Ęncia entre a Terra e a Lua. Eles mandam os c√°lculos e a gente vai fazendo tudo.‚ÄĚ Ap√≥s elaborarem os astros em papel alum√≠nio, as crian√ßas mediram o que seria a dist√Ęncia proporcional entre o planeta e seu sat√©lite. ‚ÄúOs meninos ficam surpresos porque a gente usa a sala inteira para colocar a Lua pequenininha de um lado e a Terra do outro.‚ÄĚ Para que os alunos exercitassem o conte√ļdo, Elaine aproveitou recursos disponibilizados pela pr√≥pria OBA: realizou simulados com base nas avalia√ß√Ķes anteriores e apresentou um aplicativo gratuito desenvolvido como simulado sobre astronomia e astron√°utica.

Para Elaine, participar da OBA √© uma estrat√©gia de abordar assuntos que j√° comp√Ķem a grade curricular e ainda trabalhar outros temas interessantes, como o lan√ßamento de foguetes. Um dos alunos de Elaine, antes t√≠mido, tornou-se mais ativo e interessado nessas aulas. ‚ÄúNo ano seguinte, a professora de Portugu√™s fez uma atividade para eles escreverem uma carta para algu√©m. E ele me escreveu, dizendo que estava super apaixonado com a Astronomia e que quer ser astr√īnomo.‚ÄĚ