Trilhando caminhos interdisciplinares


     

Letra A ‚ÄĘ Quinta-feira, 13 de Agosto de 2015, 16:04:00

Por Eliza Dinah

As forma√ß√Ķes do Pacto, apesar de terem focado em L√≠ngua Portuguesa e Matem√°tica, acabaram contemplando outras disciplinas. Segundo a coordenadora local Daianna Medeiros, os cadernos da forma√ß√£o foram grandes instrumentos para pensar a rela√ß√£o com outras √°reas do conhecimento, visto que sua organiza√ß√£o contemplava a heterogeneidade, a ludicidade e a interdisciplinaridade. ‚ÄúPelos cadernos de 2013, d√° tranquilamente para caminhar pelas outras √°reas, usando os eixos da L√≠ngua Portuguesa (a oralidade, a leitura, a apropria√ß√£o do sistema de escrita, a produ√ß√£o textual) como espinha dorsal‚ÄĚ, ressalta.

O mesmo aconteceu com a Matem√°tica. Todas as disciplinas sempre tiveram conte√ļdos relacionados a conceitos matem√°ticos, mas a conex√£o n√£o era percebida ou bem explorada pelos professores. Hoje, essa rela√ß√£o vem sendo mais valorizada, como exemplifica Sam√°ria M√©rcia Bega: ‚Äė‚ÄôEm Hist√≥ria, n√≥s trabalhamos a interdisciplinaridade com a Matem√°tica, por exemplo, pela linha do tempo, para eles contarem uma trajet√≥ria. Na Geografia, ela entrou muito no tratamento de informa√ß√£o, porque os gr√°ficos e as tabelas remetem muito a essa disciplina‚ÄĚ.

A orientadora Eliane Azevedo relembra que, para o professor, a dificuldade de se trabalhar de forma interdisciplinar √© muito comum, mas a forma√ß√£o evidenciou novas possibilidades ‚Äď especialmente, destaca Eliane, por meio da sequ√™ncia did√°tica. ‚ÄúHouve um ganho muito grande. Os professores sentiram a necessidade de aprofundar mais, come√ßaram a buscar mais rela√ß√Ķes‚ÄĚ, afirma. ‚ÄúAbriu-se um horizonte!‚ÄĚ, conclui.

 


Continue lendo:

Um novo olhar sobre a Matem√°tica

Desafios da formação

A Matem√°tica de ‚Äúcara nova‚ÄĚ

Sispacto: monitoramento e di√°logo

Partindo do diagnóstico e das diferenças