VI Seminário de Estudos em Educação e Linguagem

Formação continuada, educação no campo e inclusão nas escolas estiveram na pauta do evento realizado pelo Centro de Estudos em Educação e Linguagem da UFPE. Confira a cobertura!


     

Acontece ‚ÄĘ Quarta-feira, 19 de Mar√ßo de 2014, 16:24:00

Foi realizado, entre os √ļltimos dias 11 a 13 de mar√ßo, no Centro de Conven√ß√Ķes de Pernambuco, o VI Semin√°rio de Estudos em Educa√ß√£o e Linguagem, que reuniu centenas de educadores de 19 estados brasileiros para debater melhorias na Educa√ß√£o B√°sica no Pa√≠s. Promovido pelo Centro de Estudos em Educa√ß√£o e Linguagem (CEEL) em parceria com o Minist√©rio da Educa√ß√£o (MEC), o semin√°rio foi marcado pelo sentimento de integra√ß√£o, colabora√ß√£o e motiva√ß√£o entre os participantes. ‚ÄúO encontro proporcionou o fortalecimento das articula√ß√Ķes entre Universidades, Governo e Secretarias Estaduais e Municipais, al√©m da valoriza√ß√£o das trocas e dos conhecimentos de professores do Ensino B√°sico e dos pesquisadores do Ensino Superior‚ÄĚ, destacou a coordenadora do CEEL, Telma Ferraz Leal.

O evento trouxe, entre seus destaques, a reflex√£o sobre pol√≠ticas p√ļblicas na educa√ß√£o, especialmente em rela√ß√£o √† forma√ß√£o continuada. ‚ÄúAs forma√ß√Ķes d√£o √Ęnimo ao trabalho dos professores, legitimando e valorizando suas pr√°ticas; ela √© essencial pelos desafios constantes que a sala de aula e os pr√≥prios fins da educa√ß√£o prop√Ķem‚ÄĚ, disse a diretora do Ceale, Isabel Cristina Alves da Silva Frade, palestrante do evento.

Abrindo espa√ßo de fala para v√°rios atores envolvidos diretamente na alfabetiza√ß√£o, o Semin√°rio incluiu relatos de experi√™ncias docentes sobre a forma√ß√£o do Pacto Nacional pela Alfabetiza√ß√£o na Idade Certa. ‚ÄúO Pacto veio para nortear o caminho do professor, proporcionando ‚Äď por exemplo - orienta√ß√Ķes sobre o processo avaliativo, o ambiente alfabetizador e as rotinas‚ÄĚ, ressaltou a professora Dayse Katharina Patriota, de Caruaru (PE). Para Lucicleide da Silva, de Arapiraca (AL), o programa trouxe mais planejamento e socializa√ß√£o, al√©m de uma reflex√£o sobre a import√Ęncia da integra√ß√£o do programa com as propostas curriculares dos munic√≠pios. ‚ÄúO Pacto fez com que ‚Äėos livros sa√≠ssem das caixas‚Äô para a maioria‚ÄĚ, acrescentou.

A programa√ß√£o do evento apresentou, al√©m dos relatos, palestras, oficinas, exposi√ß√Ķes de jogos did√°ticos (elaboradas por estudantes de Pedagogia) e atra√ß√Ķes culturais. Entre as tem√°ticas, aspectos da educa√ß√£o e linguagem na Educa√ß√£o Infantil, de jovens e adultos, al√©m de quest√Ķes √©tnicos-raciais e de materiais did√°ticos, tecnologia, g√™nero, avalia√ß√£o, entre outros. Sobre este √ļltimo, o Professor Artur Gomes de Morais (UFPE/CEEL) observou: ‚ÄúA avalia√ß√£o externa sem clara e pr√©via defini√ß√£o do curr√≠culo √© pervers√£o pedag√≥gica. O estabelecimento de curr√≠culos implica negocia√ß√£o, e n√£o imposi√ß√£o, como desejam muitos grupos privados‚ÄĚ.

A educa√ß√£o no campo tamb√©m foi ponto alto da programa√ß√£o. As professoras Carolina Figueiredo de S√° e Viviane Dourado (UFPE), que ministraram oficina no evento, demonstraram otimismo diante das contribui√ß√Ķes. ‚Äú√Č gratificante ouvir depoimentos positivos dos professores em rela√ß√£o aos desafios e √†s heterogeneidades de saberes, culturas e idades das turmas multisseriadas, que - vale destacar ‚Äď n√£o s√£o exclusivas delas‚ÄĚ, destacou Carolina S√°.

Outro aspecto de relevo do evento ‚Äď que teve toda a sua programa√ß√£o mediada por int√©rpretes de libras e √°udio-descritores √† disposi√ß√£o ‚Äď foi o da inclus√£o, a exemplo da mesa tem√°tica voltada para a alfabetiza√ß√£o dos surdos. A expositora Helo√≠sa Andr√©ia de Matos Lins (Unicamp) destacou a import√Ęncia da cultura visual para os surdos na apropria√ß√£o da l√≠ngua. ‚ÄúPrecisamos reivindicar escolas e classes, de fato, bil√≠ngues, com profissionais qualificados para essas crian√ßas‚ÄĚ, observou.

O Semin√°rio de Estudos em Educa√ß√£o e Linguagem √© uma promo√ß√£o bianual do CEEL, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), em parceria com o Minist√©rio da Educa√ß√£o (MEC). O evento deste ano comemorou ainda, em especial, o anivers√°rio de dez anos do CEEL, enquanto n√ļcleo de pesquisa e extens√£o reconhecido pela melhoria da forma√ß√£o docente.

A cobertura completa do evento está disponível no portal da Instituição: www.portalceel.com.br


Galeria de Fotos: VI Seminário de Estudos em Educação e Linguagem


Texto: Luisa Abreu e Lima (Assessoria de Comunicação CEEL/UFPE)

Imagens: Marcos Roberto