Abec

Abec


     

Alfabetização e nível de desenvolvimento cognitivo

Adotando como referencial o processo de desenvolvimento Piagetiano, e concluindo que, para enfrentar com sucesso o processo de alfabetização, o indivíduo deve ter atingido o nível das operações concretas, a autora levanta a hipótese de que a realização em leitura e escrita relaciona-se ao estádio de desenvolvimento do aluno relativo à conservação de quantidades contínuas, uma vez que o domínio da conservação constitui critério para diagnóstico de acesso ao nível operatório. Para investigar essa hipótese, realizou-se esta pesquisa com o objetivo de comparar a realização escolar de alunos que se encontram em diferentes estádios de desenvolvimento quanto ao domínio da conservação. Foram sujeitos da pesquisa 99 alunos quem em 1973 cursavam a 2ª série nos grupos escolares da cidade de Rio Claro, selecionados por amostragem randônica. Foram formados três grupos de 33 sujeitos cada, compostos segundo o estádio em que se encontravam quanto do desempenho referente à conservação de quantidades contínuas; para determinar o estádio em que se encontravam os alunos (I,II, ou III), foram realizadas provas de transvasamento de líquido, elaboradas por Piaget. Para avaliar a realização em leitura e escrita, foi elaborado e validado um instrumento de medida. Os resultados obtidos revelaram diferenças estatisticamente significativas na realização em leitura e escrita de acordo com o estádio de desenvolvimento quanto à conservação, confirmando-se a suposição de que, quanto mais próxima a criança estiver do acesso ao nível operatório, mais eficiente será sua realização em leitura e escrita.

Ano Publicação: 1974
Grau Do Trabalho: Tese de Livre Docência
√Ārea: Letras
Tema: Letras
Natureza Do Texto:Pesquisa: Estudo Comparativo
Referencial Teórico: Psicologia Genética
Ideário Pedagógico: Pedagogia Renovada
Assunto:Determinantes de Resultados
Refer√™ncia: MICOTTI, Maria Cecília de Oliveira. Alfabetização e nível de desenvolvimento cognitivo. Rio Claro: Livre Docência, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita Filho, 1974. 297p. (Tese de Livre Docência).