Abec

Abec


     

Letramento digital: estudo sobre pr√°ticas escolares de leitura e escritura no computador vivenciadas por alunos/usu√°rios da rede p√ļblica de ensino

Em nosso estudo científico, focalizamos o letramento digital, dentro do espaço de escolas públicas de Belo Horizonte, com o objetivo mais amplo de tentar compreender a relação dos alunos/usuários com a escrita diante do novo suporte de texto, o computador. As três perguntas chaves que nortearam nossa pesquisa foram: Que tipo de acesso e freqüência ao computador têm os alunos/usuários no contexto escolar? Que modos de comportamento são assumidos pelos alunos/usuários que têm a oportunidade de interagir com esse novo tipo de texto na escola? De quais estratégias os alunos/usuários se apropriam para processar, selecionar, recuperar e produzir informações na tela do computador da escola? Trabalhamos, nesta pesquisa, com referências teóricas baseadas nos estudos do letramento empreendidos por Magda Soares; nas reflexões investigativas apresentadas por Roger Chartier e Pierre Lévy sobre mudanças de suporte de escrita e de comportamentos de leitores/autores e no conceito de dialogismo de Bakhtin. Numa perspectiva metodológica qualitativa e de abordagem etnográfica, o trabalho de campo se caracterizou pelo uso das seguintes estratégias: observação e gravação em fita de áudio das aulas na sala de informática, de turmas do ciclo intermediário e do 3º ciclo, onde ocorreram as práticas de leitura/escritura no suporte digital; realização de questionário com todos os alunos das turmas observadas e entrevista com aqueles envolvidos mais diretamente na pesquisa; análise e avaliação de todos os dados coletados durante o desenvolvimento do trabalho. A partir dos dados coletados, visualizamos três vertentes de análise, tendo por base as três perguntas chaves da pesquisa, a saber: sobre o acesso e freqüência, tratamos das formas de contato, os programas, tipos de texto e espaços virtuais que os alunos/usuários usam na escola; sobre os gestos e comportamentos, analisamos a maneira de agir dos alunos/usuários em processo de apropriação da escrita digital; sobre as estratégias e produção do texto digital, refletimos sobre o que há de velho e de novo nos procedimentos de leitura e escritura do texto digital adotados pelos alunos/usuários.

Ano Publicação: 2004
Grau Do Trabalho: Dissertação de Mestrado
√Ārea: Educa√ß√£o
Tema: Educação
Natureza Do Texto:
Referencial Teórico:
Ideário Pedagógico:
Assunto:
Referência:

GLORIA, Julianna Silva; FRADE, Isabel Cristina Alves da Silva. Letramento digital: estudo sobre práticas escolares de leitura e escritura no computador vivenciadas por alunos/usuários da rede pública de ensino. 2004. 104 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Educação.