Abec

Abec


     

Menor marginalizado: tentativas de alfabetização

O trabalho analisa duas experiências de alfabetização de alunos defasados na relação idade-série, uma delas realizada pela SEE do Ceará - Projeto Vencer, fundamentado na aplicação de uma cartilha, e a outra realizada pela Pró-Reitoria de Extensão da UFC - Projeto Uruguaiana, orientado pelo método Paulo Freire. As experiências foram observadas em duas turmas de duas escolas de uma mesma comunidade de periferia urbana. Os instrumentos utilizados foram: levantamento sócio-econômico dos moradores da comunidade; análise dos dois projetos; questionário aplicado aos educadores que participaram dos projetos; questionário aplicado aos alunos; observação de aulas. A análise dos dados foi orientada no sentido de verificar o conceito de alfabetização na formulação teórica de cada Projeto, as práticas de alfabetização desenvolvidas no quadro desses conceitos, a postura política em cada Projeto. A autora conclui que as experiências de alfabetização analisadas mostraram-se antagônicas, revelando visão de homem e de mundo diferenciada, concretizando-se em práticas de alfabetização também diferenciadas: visão acrítica, no caso do Projeto Vencer, e visão crítica e dialógica, no caso do Projeto Uruguaiana. A autora conclui pela superioridade do segundo, que consegue superar as condições iniciais de alienação, buscando resgatar a historicidade dos sujeitos através de uma alfabetização crítica e conscientizadora.

Ano Publicação: 1989
Grau Do Trabalho: Dissertação de Mestrado
√Ārea: Educa√ß√£o
Tema: Educação
Natureza Do Texto:Pesquisa: Estudo Comparativo
Referencial Teórico: Pedagogia
Ideário Pedagógico: Análise Critico Reprodutivo
Assunto:Concepção de Alfabetização
Referência:

COELHO, Maria Hercília Mota. Menor marginalizado: tentativas de alfabetização. Fortaleza: PG em Educação, Departamento de Educação, Universidade Federal do Ceará, 1989. 80p. (Dissertação de Mestrado).