Gênero e diversidade na escola

Iniciativa convida professores do interior de Minas Gerais a repensar pr√°ticas profissionais a partir de discuss√Ķes sobre g√™nero e sexualidade


     

Acontece ‚ÄĘ Quinta-feira, 18 de Abril de 2013, 11:26:00

Educadores mineiros poder√£o aprender mais sobre g√™nero e diversidade na escola. √Č o que prop√Ķe o Curso de Aperfei√ßoamento G√™nero e Diversidade na Escola, organizado pelo N√ļcleo de Direitos Humanos e Cidadania LGBT, e pelo Centro de Apoio √† Educa√ß√£o a Dist√Ęncia, o CAED. A proposta √© convocar os professores a pensar sobre a pr√°tica profissional e a din√Ęmica da escola, a partir de uma discuss√£o de g√™nero e sexualidade. O curso, formulado no formato semi-presencial, prev√™ a realiza√ß√£o de reuni√Ķes em seis cidades p√≥lo: Bom Despacho, Campos Gerais, Confins, Diamantina, Governador Valadares e Itabira. Pode se inscrever quem tiver cadastro na Plataforma Freire ou no Portal PDE-Interativo, al√©m de professores da rede p√ļblica, pessoas que atuam em a√ß√Ķes sociais e ligadas ao meio educacional, como estudantes de pedagogia.

Como explica a mestranda em psicologia social e tutora do curso, Rafaela Vasconcelos, muitas vezes os professores n√£o est√£o preparados para lidar com situa√ß√Ķes escolares de preconceito frente a orienta√ß√Ķes sexuais e identidades de g√™nero que fogem ao padr√£o heterossexual. Al√©m disso, Rafaela lembra que a escola ensina muito mais do que apenas o conte√ļdo curricular: ‚Äúaos alunos, s√£o ensinados tamb√©m modelos ideais de como se deve ser mulher, de como se deve ser homem, ou do que √© esperado para cada um desses g√™neros‚ÄĚ. Um dos objetivos do curso √© expandir essas discuss√Ķes para cidades do interior mineiro, que muitas vezes ficam fora dos principais eixos acad√™micos de debates sobre g√™nero e sexualidade.

O curso tem dura√ß√£o de 200 horas e acontece durante cinco meses. Nesse per√≠odo, ser√£o realizados cinco encontros presenciais, que acontecer√£o na cidade p√≥lo previamente escolhida pelo participante. Durante os encontros, os participantes se reunir√£o para grupos de estudo, debates, orienta√ß√£o e elabora√ß√£o de projetos de pesquisa. No restante do tempo, as atividades e avalia√ß√Ķes ser√£o feitas virtualmente, envolvendo leitura de textos, videoaulas e salas de debates mediadas por tutores. As reuni√Ķes presenciais ser√£o ministradas por professores da UFMG.

Quem tiver interesse em participar do curso tem at√© dia 21 de abril para se inscrever, preenchendo o formul√°rio no seguinte link: http://migre.me/e9iY6. S√£o 300 vagas, divididas entre os seis p√≥los. A previs√£o para o in√≠cio das atividades √© dia 13 de maio. O edital completo est√° dispon√≠vel no site do CAED e pode ser acessado pelo link http://migre.me/e9j5m. A iniciativa tem apoio da Secretaria de Educa√ß√£o Continuada, Alfabetiza√ß√£o, Diversidade e Inclus√£o, o SECADI, do Minist√©rio da Educa√ß√£o. Mais informa√ß√Ķes pelos endere√ßos gde.ufmg@gmail.com e pedagogico@caed.ufmg.br, ou pelos telefones 3409-6287 e 3409-4638.