Ceale/Gpell/Prollei promovem primeira oficina de 2020

Confira depoimentos sobre a oficina "Literatura para bebês"


     

Acontece ‚ÄĘ Ter√ßa-feira, 29 de Setembro de 2020, 12:04:00

 
Nos dias 10 e 17 de setembro, o Projeto de Extens√£o Oficinas de Leitura Liter√°ria (PROLLEI/UFMG) realizou sua primeira oficina de 2020, ‚ÄúLiteratura para beb√™s‚ÄĚ, ministrada por Cristiene Leite Galv√£o, doutoranda em Educa√ß√£o pela Faculdade de Educa√ß√£o da UFMG.
 
Na oficina, Cristiene explicou e defendeu por que ler para bebês, discutindo como estes apreendem o mundo e se comunicam. 
 
 

Avalia√ß√Ķes da oficina

Confira depoimentos de alguns dos participantes sobre o que acharam da primeira oficina do Prollei:
 
 
Ana Carolina
 
 

 
"Ol√°, meu nome √© Ana Carolina Fernandes, eu sou professora de educa√ß√£o infantil de uma escola internacional aqui em Belo Horizonte. J√° estou na educa√ß√£o infantil h√° mais ou menos uns 15, 16 anos, incluindo uma experi√™ncia fora do pa√≠s, em que eu fui gestora de um daycare nos Estados Unidos, em que foi aonde meu cora√ß√£o come√ßou a bater ainda mais forte pela educa√ß√£o infantil. A oficina de forma√ß√£o de mediadores e promotores da leitura liter√°ria, da Federal, est√° sendo uma experi√™ncia enriquecedora pra mim, e eu acredito que pra todos os participantes. S√£o momentos de troca de conhecimentos, e novas aprendizagens, e tudo feito de uma forma muito tranquila, muito enriquecedora, com respeito aos participantes, e eu s√≥ tenho a agradecer a oportunidade. O que eu tenho aprendido, eu t√ī refletindo, de forma a adequar isso pra minha demanda, que √© uma escola bil√≠ngue, e √© interessante √†s vezes ver que o que a gente faz l√° fora, em outro pa√≠s, reflete tamb√©m no que a gente faz aqui no nosso pr√≥prio pa√≠s, at√© mesmo em rela√ß√£o a estar mesmo explorando livros, que √© uma coisa que eu acredito muito. Eu acho que a crian√ßa aprende aquilo que ela √© estimulada a aprender. Ent√£o, se a gente demonstra pra eles que n√≥s somos apaixonados por livros, eles podem se tornar amantes da leitura tamb√©m, e √© isso que eu busco nesse curso. Eu busco essa bagagem maior ainda, de como levar isso de volta pra minha sala de aula, porque eu sou simplesmente apaixonada por essa parte em que as crian√ßas v√£o l√°, exploram os livros e entram nesse mundo da fantasia e da poesia, como n√≥s tratamos ontem na oficina sobre os beb√™s. A riqueza que esses beb√™s t√™m de conhecimento e que √†s vezes a gente n√£o valoriza tanto. Ent√£o eu s√≥ tenho a agradecer, com certeza est√° sendo uma experi√™ncia √≥tima e tudo que eu puder tirar de aprendizado eu vou tirar e vou n√£o s√≥ levar comigo, de volta pra escola, mas tamb√©m dividir com meus colegas de escola."
 
Carlos

"Ol√°, meu nome √© Carlos Borges, sou professor de l√≠ngua portuguesa, literatura e reda√ß√£o. Atualmente leciono para turmas de ensino m√©dio na rede estadual de ensino. Participei no √ļltimo dia 10 de setembro da oficina do Prollei, que abordou o tema Literatura para crian√ßas, ministrada pela professora Cristiene Galv√£o. Eu ainda n√£o havia me tocado pro fato de que os beb√™s poderiam ter contato com a literatura. Pra mim, foi uma grata surpresa saber que existem muitos escritores que se preocupam com essa quest√£o. Quanto √† oficina, foi excelente, tanto pela organiza√ß√£o, quanto pela palestrante, que de forma simples, direta, mas muito cativante, conseguiu encantar os participantes. Estou ansioso para saber como ser√° o pr√≥ximo encontro. Gostaria de parabenizar toda a equipe organizadora, em especial a professora Cristiane, pela oportunidade que tive."

Eldine

 

"Meu nome √© Eldine Oliveira Silva, sou professora da educa√ß√£o infantil na rede municipal de Belo Horizonte. Primeiramente, eu achei a proposta das oficinas do Prollei fant√°sticas, quem me indicou foi a pr√≥pria Cristiene, que apresentou para n√≥s a oficina Literatura para beb√™s. √Č sempre muito bom ouvir a Cris, eu a conheci durante sua pesquisa na institui√ß√£o em que trabalho, onde desenvolvemos a partir de trocas de experi√™ncias com ela um projeto liter√°rio com a turma do ber√ß√°rio. Durante a oficina, o que me encantou foi a preocupa√ß√£o da pr√≥pria Cris em deixar todos √† vontade e se todos os participantes estavam compreendendo a linha de a√ß√£o, de racioc√≠nio proposto por ela. Novidade pra mim foi saber que j√° no √ļtero materno, a audi√ß√£o da crian√ßa, no caso o beb√™, se desenvolve de tal forma que essa habilidade o auxilia no conhecer dos ambientes, ap√≥s o nascimento. E vou levar comigo a afirmativa que devemos sim proporcionar aos beb√™s momentos de leitura e literatura de livros liter√°rios."

P√Ęmela

 

 
"A oficina 'A literatura e os beb√™s', ministrada por Cristiene Leite Galv√£o, me possibilitou aprender com mais profundidade sobre todas as capacidades de compreens√£o, comunica√ß√£o e intera√ß√£o dos beb√™s com os meios sociais em que est√£o inseridos. Como bibliotec√°ria, mediadora de leitura e contadora de hist√≥rias, tive poucas oportunidades de mediar leitura para beb√™s, e atrav√©s dessa oficina eu pude aprender maneiras de dialogar com os beb√™s por meio da media√ß√£o, compreendendo a linguagem deles, como por exemplo os ritmos, can√ß√Ķes, gestos, movimentos, etc. Ouvir a Cristiene me trouxe mais convic√ß√£o de que a literatura e os beb√™s t√™m um v√≠nculo √≠ntimo, desde quando eles est√£o no ventre materno, por meio dos sons intrauterinos e da pr√≥pria voz da m√£e e dos adultos que o cercam. Foi muito importante aprender que os beb√™s come√ßam a experienciar a literatura atrav√©s das narrativas orais, apresentadas pelas vozes dos adultos. Por muitas vezes, observei adultos subestimando a capacidade dos beb√™s de fabularem e constru√≠rem a partir do que veem, escutam e experenciam. Compreendi tamb√©m o quanto eles s√£o capazes de elaborarem seus pr√≥prios sentimentos, atrav√©s das brincadeiras e jogos que prop√Ķem. Foi muito forte e tocante ouvir a Cristiane que enquanto brincam, os beb√™s produzem, criam, fabricam e poetizam suas experi√™ncias no mundo. Por isso, √© t√£o √≠ntima a rela√ß√£o deles com a literatura. Com muita naturalidade, eles j√° fabulam, fazendo de conta, criam seus report√≥rios de hist√≥rias, e se nutrem com as met√°foras. Enquanto adulta e mediadora de leitura, tenho a responsabilidade de oferecer livros, cantos e contos diversificados e com qualidade est√©tica, pra que o repert√≥rio desses pequenos leitores seja cada vez mais amplo e os proporcione a capacidade de julgar os objetos culturais e as narrativas que dizem respeito a eles, participando da constitui√ß√£o de cada um enquanto indiv√≠duos e seres sociais. Quanto mais livros e de mais narrativas de qualidade apresentamos aos beb√™s, mais significativa ser√° a forma√ß√£o deles enquanto indiv√≠duos, seres sociais, e leitores cr√≠ticos e aut√īnomos e mais cedo o livro, enquanto objeto f√≠sico, se transformar√° em objeto de valor cultural. A experi√™ncia com essa oficina foi muito enriquecedora pra mim enquanto profissional e futura m√£e."
 
Sofia
 
 
 

"Ol√°, eu sou Sofia Vieira, eu sou estudante de biblioteconomia pela UFMG, e a oficina da Prollei est√° tendo um car√°ter muito importante pra mim. As oficinas t√™m me trago reflex√Ķes, linhas de pensamento e aprendizados de ex√≠mia import√Ęncia pra forma√ß√£o da futura profissional bibliotec√°ria que eu pretendo ser. A literatura pra mim sempre se apresentou com car√°ter emancipat√≥rio de constru√ß√£o de subjetividades em diversos √Ęmbitos da sociedade. Ent√£o aprender a refletir sobre a literatura infantil e o impacto que ela pode ter para o indiv√≠duo e para a sociedade, por meio das oficinas, tem sido algo essencial pra minha forma√ß√£o profissional e pessoal."

 

O Prollei

O Prollei √© um projeto da Faculdade de Educa√ß√£o (FaE) da UFMG coordenado pelas professoras da FaE/UFMG Telma Borges e C√©lia Belmiro, que faz parte do programa Bebeteca (FaE/UFMG), este coordenado pela tamb√©m professora da FaE M√īnica Baptista. O projeto acontece em edi√ß√Ķes com turmas semestrais, e semanalmente s√£o abordados e discutidos um tema do universo da literatura infantil.¬†
 
Devido ao isolamento social provocado pela pandemia da covid-19, foi decidido que neste semestre as oficinas do Prollei acontecerão por meio de encontros por vídeo-conferências.
 
Instagram do Prollei: @prolleiufmg
Instagram da Bebeteca: @bebetecaufmg